18/09/2017

filha das trevas

  e arquivado em    

Lada Dragwlya e o irmão mais novo, Radu, foram arrancados de seu lar em Valáquia e abandonados pelo pai – o famigerado Vlad Dracul – para crescer na corte otomana. Desde então, Lada aprendeu que a chave para a sobrevivência é não seguir as regras. E, com uma espada invisível ameaçando os irmãos a cada passo, eles são obrigados a agir como peças de um jogo: a mesma linhagem que os torna nobres também os torna alvo.

Lada despreza os otomanos. Em silêncio, planeja o retorno a Valáquia para reclamar aquilo que é seu. Radu, por outro lado, quer apenas se sentir seguro, seja onde for. E quando eles conhecem Mehmed, o audacioso e solitário filho do sultão, Radu acredita ter encontrado uma amizade verdadeira – e Lada vislumbra alguém que, por fim, parece merecedor de sua devoção.

Mas Mehmed é herdeiro do mesmo império contra o qual Lada jurou vingança – e que Radu tomou como lar. Juntos, Lada, Radu e Mehmed formam um tóxico e inebriante triângulo que tensiona ao limite os laços do amor e da lealdade.

Sombrio e devastador, este é o primeiro livro da mais nova série de Kiersten White. Cabeças vão rolar, corpos serão empalados… e corações serão partidos.

RESENHA

O livro não me agradou muito,não é o pior que li esse ano,porém é forte candidato pra ser.
O livro se passa no império otomano ,então é bem rico em detalhes e história.
A parte positiva é justamente isso,a parte histórica.
Conhecemos os irmãos Lada e Radu,filhos do temido vlad Dracul.
Lada é uma guerreira,forte e destemida,Radu é mais frágil ,delicado .
Os irmãos são deixados aos cuidados do sultão ,como prisioneiros ...
E assim vai se desenrolando a história chata ...
Caramba...não queria que essa leitura fosse assim...mas não gostei mesmo.
É pra falar a verdade? Pronto!! falei.
rssrsrrsrs

06/09/2017

O Diário Secreto de Laura Palmer

  e arquivado em    



Eternizada no seriado Twin Peaks, que revolucionou a teledramartugia mundial, a história da adolescente Laura Palmer e de sua cidade natal arrebatou milhões de espectadores nos anos 1990 através do olhar do diretor David Lynch. A pergunta Quem matou Laura Palmer? se tornou uma verdadeira obsessão para os fãs, que no início da década deram início a um verdadeiro culto à bela garota com um futuro aparentemente promissor que aparece morta às margens de um rio. A chave para desvendar o mistério veio pelas mãos de Jennifer Lynch, filha do diretor e co-autora da série, que, trazendo à tona a identidade de Laura, revela um lado obscuro da jovem e da sinistra cidade onde viveu e morreu.

Lançado originalmente pela Globo Livros em 1991, O diário secreto de Laura Palmer ultrapassou as telas e se tornou um ícone entre os adolescentes dos anos 1990, ainda sendo objeto de culto entre os jovens deste início de milênio. Até hoje, poucos autores tiveram a ousadia de Jennifer Lynch, que sem dogmatismos e meias-verdades fala sobre adolescência, sexo, drogas e morte.

Laura Palmer, a bela rainha do baile de formatura, a menina com as melhores notas, gentil, encantadora, filha de pais amorosos e o retrato perfeito da juventude de ouro americana. Quem teria algum motivo para assassinar Laura a sangue frio? A resposta para essa pergunta não estava no diário róseo encontrado pela polícia no quarto da jovem, mas sim em um volume escondido, onde Laura expõe sua verdadeira face. Drogas, orgias, prostituição, abuso, medo. Um retrato de uma adolescente perdida, que, ao tentar romper com os padrões impostos pela rígida sociedade interiorana onde foi criada, trilhou um caminho sem volta de perdição e desespero.

A cada entrada do diário, que se inicia em seu aniversário de doze anos e segue até o dia de sua morte, quatro anos depois, Laura revela detalhes não apenas sobre seu flerte com a depressão como também a realidade sórdida ocultada pelas brumas de Twin Peaks, cidade madeireira do interior dos Estados Unidos, onde, assim como a própria Laura, ninguém e nada é exatamente o que parece ser.

Em 2017 vai ao ar a tão esperada terceira temporada de Twin Peaks, 25 anos após seu último episódio, e O diário secreto de Laura Palmer continua a ser um convite inebriante para velhos e novos fãs da série, que irão mais uma ser seduzidos pelo encanto e a angústia da protagonista.


RESENHA:

Pela minha paixão pela série twin peaks ,onde todo o enredo se desenvolve pela morte misteriosa de uma linda garota, chamada : Laura palmer,eu comecei a ler tudo relacionado a série...
Pois sobre twin peaks ser tão misteriosa e intrigante ,eu me vi na necessidade de estudar sobre essa série maravilhosa.
O diário de Laura é sempre referência na série para as investigações do caso.
No Diário ,podemos acompanhar Laura,desde os 13 anos de idade ,e o começo se sua vida nas drogas e prostituição.
É um livro triste,as vezes assustador ,por vermos uma criança ,passando por tantos dramas horrendos como ela.
Aqui no livro também entendemos algumas coisas sobre o personagem Bob,que perturba a Laura,e vemos que ele não é desse mundo,é como se fosse um espírito sem luz.
Para quem é fã da série ,super recomendo o livro,quem não conhece a série ,acho que ficaria meio perdido na leitura.

Aqui vai um poema

Da luz que entra pela minha janela ele pode ver dentro de mim
Mas eu não o vejo até que se aproxime
Respirando, sorrindo à minha janela
Ele vem para me buscar
Girar, girar
Sair e brincar Vem brincar
Relaxe Relaxe Relaxe

Pequenas rimas e pequenas canções
Pedaços de floresta em meus cabelos e em minhas roupas
Eu o vejo às vezes perto de mim
quando sei que não pode estar lá
Eu o sinto ás vezes perto de mim
e sei que tenho de aguentar.

Quando chamo
Ninguém me ouve
Quando sussurro, ele acha que é uma mensagem
Só pra ele.
A voz pequena em minha garganta
Penso que sempre que devo ter feito alguma coisa
Ou que é algo que faço
Mas ninguém, ninguém vem ajudar,
Ele diz: Uma menina como você.




31/08/2017

Top Comentarista de Setembro

  e arquivado em    


Às vezes, quando nos sentimos mais solitários, o mundo decide se abrir de formas mágicas.
Suzy Swanson está quase certa do real motivo da morte de Franny Jackson. Todos dizem que não há como ter certeza, que algumas coisas simplesmente acontecem. Mas Suzy sabe que deve haver uma explicação — uma explicação científica — para que Franny tenha se afogado. 
Assombrada pela perda de sua ex-melhor amiga — e pelo momento final e terrível entre elas —, Suzy se refugia no mundo silencioso de sua imaginação. Convencida de que a morte de Franny foi causada pela ferroada de uma água-viva, ela cria um plano para provar a verdade, mesmo que isso signifique viajar ao outro lado do mundo... sozinha. Enquanto se prepara, Suzy descobre coisas surpreendentes sobre o universo — e encontra amor e esperança bem mais perto do que ela imaginava. 
Este romance dolorosamente sensível explora o momento crucial na vida de cada um de nós, quando percebemos pela primeira vez que nem todas as histórias têm final feliz... mas que novas aventuras estão esperando para florescer, às vezes bem à nossa frente.
--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Essa belezinha será o nosso livro do top comentarista de setembro.
O resultado será publicado no dia 30 de setembro.
Boa sorte!!

resultado do top comentarista do mês resultado

  e arquivado em    

Olá gente!! pelo nosso contador oficial do Blog,nossa ganhadora foi a Rudynalva

Obrigada a todos que participaram!!
Parabéns Rudynalva!!


18/08/2017

Confissões do Crematório

  e arquivado em    


Ainda jovem, Caitlin conseguiu emprego em um crematório na Califórnia e aprendeu muito mais do que imaginava barbeando cadáveres e preparando corpos para a incineração. A exposição constante à morte mudou completamente sua forma de encarar a vida e a levou a escrever um livro diferente de tudo o que você já leu sobre o assunto.
Confissões do Crematório reúne histórias reais do dia-a-dia de uma casa funerária, inúmeras curiosidades e fatos filosóficos, históricos e mitológicos. Tudo, é claro, com uma boa dose de humor. Enquanto varre as cinzas das máquinas de incineração ou explica com o que um crânio em chamas se parece, ela desmistifica a morte para si e para seus leitores.
O livro de Caitlin – criadora da websérie Ask a Mortician – levanta a cortina preta que nos separa dos bastidores dos funerais e nos faz refletir sobre a vida e a morte de maneira inteligente, honesta e despretensiosa – exatamente como deve ser. Como a autora ressalta na nota que abre o livro, “a ignorância não é uma bênção, é apenas uma forma profunda de terror”.

"Nós sabemos que media vita in morte sumus,ou "em meio á vida,nós estamos na morte."Começamos a morrer no dia que nascemos,afinal .
Caitlin conseguiu um emprego como cremadora de corpos,e a partir daí,ela começa a entender como a morte é natural e necessária .
Caitlin,sempre teve medo da morte...Quando ela era criança ,viu uma menina caindo de uma escada,e desde aquele dia ,a morte era algo que lhe causava muito medo.
Caitlin nos ensina como a morte pode ser um negócio milionário para as empresas funerárias,que apresentam todo tipo de solução e produtos para maquiar a verdadeira face da morte.
Trabalhar em um crematório não é fácil... Desde o cheiro dos corpos em decomposição ,como a visão triste de corpos de bebês.
Caitlin ,se apaixona pela área,pois ela acha que pode mudar bastante a realidade tão explorada por empresas do ramo.
"A morte pode parecer destruir o sentido das nossas vidas,mas na verdade ela é a fonte da nossa criatividade.
Como disse Kafka:"O sentido da vida é que ela termina".
A morte é o motor que nos mantém em movimento ,que nos dá motivação para realizar,aprender ,amar e criar.
O livro nos ensina a ver a morte ,de forma mas leve,natural e real.
Por mais que não falemos com nossas famílias ,amigos etc... um dia ela virá a nossa vida ,não tem como evitarmos a morte.
Eu particularmente amei o livro,Já que eu também tenho muito medo da morte...
Porém,ler sobre ela ,nos dá mais consciência da realidade dela.
Caitlin tem um canal no YOUTUBE Ask A Mortician Que é legal !!
Vale muito a pena ler gente!!






PRA CIMA!